Skip to content

IGREJA CONDENA ENERGICAMENTE ATENTADOS DE MUMBAI

15 de julho de 2011

ATAQUE À IGREJA CATÓLICA

Bispos indianos afirmam que alguns pretendem destruir paz social

MUMBAI, sexta-feira, 15 de julho de 2011 (ZENIT.org) – A Conferência Episcopal da Índia divulgou um comunicado no qual expressa sua firme condenação dos atentados ocorridos nesta quarta-feira em Mumbai, segundo informa a agência Ucanews.

Os fatos ocorreram quando uma rede de explosões simultâneas, em vários pontos da populosa cidade, provocaram a morte de 21 pessoas e deixaram outras 131 feridas – 20 delas em estado grave.

As autoridades indianas investigam a autoria dos atentados, pois nenhum grupo terrorista os reivindicou ainda.

Os bispos, por meio do seu porta-voz, Pe. Babu Joseph, expressaram em primeiro lugar suas condolências às famílias das vítimas, bem como suas orações pelos feridos, convalescentes em vários hospitais de Mumbai.

Em seguida, instaram “todos os setores da sociedade a trabalhar juntos para acabar com os nefastos atos de grupos criminais que tentam destruir a paz social”.

“Mumbai, mais uma vez, tornou-se vítima da violência sem sentido nas mãos de pessoas manipuladas. Isso deve ser combatido por todos os meios”, acrescentaram.

O atentado também foi condenado por John Dayal, secretário-geral do All India Christian Council, e por Samuel Jaikumar, do National Council of Churches in India.

Em novembro de 2008, um ataque similar em Mumbai causou a morte de 166 pessoas e foi atribuído ao grupo “Laskhar-e-Toiba”, com centro operativo no Paquistão.

 

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: