Skip to content

Semana Nacional da Família 2011 – Palestra: A Importância da Família na Prevenção de Comportamentos Inadequados, com Maria Lúcia na Matriz de Santa Tereza

19 de agosto de 2011

O nosso Pároco, Pe Moacir, deu início ao encontro com o apoio da Marta (Pastoral Familiar), apresentando nossos palestrantes de hoje. A escolha deles foi mesmo providencial, pois se encaixam perfeitamente na proposta da Hora da Família deste ano: Pessoa, Família e Sociedade.

Parabéns a Pastoral Familiar pela competência e pelo belo evento realizado em favor das famílias.

Diante de tantas drogas lícitas e ilícitas que circulam com muita facilidade e que assolam tantas famílias, o Amor Exigente vem dar o conforto e a esperança de que juntos fazemos a diferença. E esse “juntos” foi demonstrado nesta noite onde a Igreja permaneceu lotada e todas essas famílias compareceram na certeza de que a prevenção para um futuro melhor tem que ser preparado no seio familiar.

Tivemos a alegria da presença do casal palestrante, Maria Lúcia de Oliveira Gil e seu esposo Milton de Araraquara, e ambos fazem parte do Amor Exigente. Maria Lúcia responde como Coordenadora Regional da Federação do Amor Exigente e nos trouxe alguns tópicos para podermos refletir em família, grupo e comunidade.

Nos passou alguns princípios básicos e éticos para aplicarmos imediatamente em nossas vidas.
– Espiritualidade
– Responsabilidade Social

Amor Exigente é um grupo de apoio ao empenho das pessoas que querem viver cada dia melhor.
É um programa de Proteção Social, pois valores familiares  não podem ser mudados.

Nunca pode haver:
– falta de diálogo do casal
– brigas ou discussões
– ausência de hierarquia
– inversão de valores
– influência da mídia nociva
– facilitações comportamentais dos pais
– transferência de responsabilidades
– comportamentos inadequados dos pais
– famílias desestruturadas
– violência gerando violência
– cultura e abuso de álcool

1º Princípio Básico
Os problemas de família, escola e da comunidade tem raízes na estruturação atual da sociedade.

1º Princípio Ético
Respeitar a dignidade da pessoa humana.

Na atual sociedade o uso de drogas atinge:
<-> indivíduo<->família<->comunidade<->cidade<->Estado<->País<->
<->País<->Estado<->cidade<->comunidade<->família<->indivíduo<->
Tornando-se um ciclo vicioso!

A família e a dependência química – Hábitos Incorretos:
– papéis imprecisos
– limites fracos
– comunicação equivocada ou deficiente
– não ouvir
– ansiedade
– violência
– isolamento
– lazer individualizado
– ausência do espaço afetivo

 Adições de Comportamentos humanos – Tudo de mais:
– beber, falar, comer, brigar, lamentar, sofrer, chorar, jogar, comprar, limpar, bagunçar, arrumar, prazer e dormir.
Quando se tem qualquer um destes comportamentos demais, em excesso, alguma coisa está errada!

Produtos que também oferecem fontes de prazer – A família tem que saber explorar essas fontes:

* Capacidade relacional
– falar ao coração
– influenciar pessoas

* Amizade
– afetividade
– serenidade
– sensibilidade

* Amor
– pela vida
– autoestima
– líder de si mesmo

* Espiritualidade
– contemplação pelo belo
– administrar as emoções
– perdoar

* Gratidão
– fidelidade
– proteção
– reconhecimento

* A Ética e a Cidadania
– responsabilidade social
– consciência crítica
– solidariedade

FEAE => Federação de Amor Exigente 

Relacionamento do Casal começa no SIM!

– Conhecendo-se a si mesmo e ao outro.

É importante sentir:
– atração, admiração, satisfação.
– ninguém é perfeito, mas precisa ser respeitado.

Duas pessoas são absolutamente diferentes.

Vamos fazer uma rápida dinâmica individual. Veja em qual dos temperamentos identificado por Hipócrates você se encaixa. Atenção! Não é para identificar o parceiro, e sim você mesmo.

Hipócrates 400 ac – Médico e Filósofo grego que estudou muito o comportamento humano e  concluiu existir quatro tipos de temperamentos:

– Sanguíneo (estável)
É uma pessoa marcante e não passa desapercebida.
Tem espírito jovial, alegre, mas é avarento e muitas vezes barulhento.

– Colérico (instável)
É uma pessoa que se aborrece com qualquer objeção.
Não pode ser contrariada.

– Melancólico (estável)
É uma pessoa que luta com duas fases da sua própria natureza.
Tem um comportamento irritável, inconstante, mas ao mesmo tempo é um pensador, uma pessoa receptiva. Sofre com seus altos e baixos e por não conseguir perdoar com facilidade, guarda rancor.

– Fleumático (instável)
É uma pessoa tranquila, inteligente, mas é acomodado e de personalidade fraca.

Você conseguiu se identificar?
Como vemos, as próprias qualidade tem seus defeitos.

* Armas de destruição do casamento:
– Silêncio.
O jejum de palavras é o mais ameaçador, porque depois de algum tempo se acostumam e vira rotina.

– Intransigência.
Não cede em nada. “Eu nasci assim e não vou mudar” ou “Se me quiser tem que ser assim”.

– Rancor.
Já passou, mas não foi superado.

– Falta de Perdão.
Vivo junto mas não perdoo.

– Lágrimas.
Chora por tudo e não faz nada para melhorar.

– Auto-piedade .
A pessoa se faz de vítima e tudo acontece com ela.

– Não ouvir.
– Ao invés do diálogo existe um monólogo a dois.

Qual é a solução?
Na esfinge há um símbolo que se refere a quatro palavras importantes e que devemos usar sempre:
Saber, Querer, Ousar e Calar. Se soubermos dosar cada uma delas encontraremos a solução.

– Pureza: é agir sem maldade.
– Fidelidade: é o básico para um relacionamento completo.
E não estamos falando só de traição. Falar da pessoa enquanto ela está ausente não é ser fiel.

– Comunhão: é união, partilha.
Os caminhos podem ser diferentes, mas tem que terem o mesmo objetivo.

– Amor: amar com respeito, com dignidade.
Amar é fruto de empatia, estado de espírito no qual se identificam.

Dicas de como cativar os homens:
– Pelo estômago. Faça a comida que ele gosta com amor, isso reflete no sabor da convivência.
– Pelo olhos. Esteja sempre bem. Os homens se encantam quando a mulher está arrumada, mas é importante também estar bem no sentido de se sentir bem, para que o seu exterior resplandeça.

Dicas de como cativar as mulheres:
– Pelo ouvido. Fale sobre ela, de como ela é importante pra você, de como está bonita, de como a comida que ela preparou com tanto carinho está mais saborosa a cada dia.
– Pelo agrado. Surpreenda com flores, passeios inesperados ou até mesmo com um telefonema ou um abraço acolhedor.

Inicie sempre o dia agradecendo pela noite que passou e abençoe o dia que está por vir. Tenha tempo pra si e quando se olhar no espelho se sinta a pessoa mais linda do mundo.

Cada um de nós é especial para Deus, que nos quer sempre bem e felizes. Estando bem, faremos todos a nossa volta se sentirem acolhidos. E se sentindo acolhidos, estaremos lutando juntos pela família que Ele desejou para nós.

Despedida:

Pe. Moacir terminou o encontro lembrando todos os presentes da Celebração especial para os Casais, com a bênção das alianças, encerrando a Semana Nacional da Família, amanhã dia 20.

Fica aqui registrado nosso carinho por esse casal que veio até Ibitinga com sua equipe e se disponibilizou de imediato a participar da Semana Nacional da Família em favor de todos. É família pela família!

Ficamos encantados pelo trabalho desta equipe maravilhosa e nos apaixonamos por eles. Ela com a doçura especial de mãe, que sabe corrigir no amor e ele com a ternura e compreensão de um pai sempre atento.

Parabéns! E que Deus sempre os abençoe e os encorajem nesta caminhada que sabemos, não é nada fácil.

Nosso casal palestrante e sua equipe se despediu nos apresentando todas as pessoas engajadas no Amor Exigente de nossa cidade e nos presenteou com uma poesia para casais de Artur da Távola.

“Aos casais “

Aos que não casaram,
Aos que vão casar,
Aos que acabaram de casar,
Aos que pensam em se separar,
Aos que acabaram de se separar.
Aos que pensam em voltar…

Não existem vários tipos de amor, assim como não existem três tipos de saudades, quatro de ódio, seis espécies de inveja.
O AMOR É ÚNICO,
como qualquer sentimento, seja ele destinado a familiares, ao cônjuge ou a Deus.

A diferença é que, como entre marido e mulher não há laços de sangue,
A SEDUÇÃO
tem que ser ininterrupta…

Por não haver nenhuma garantia de durabilidade, qualquer alteração no tom de voz nos fragiliza, e de cobrança em cobrança, acabamos por sepultar uma relação que poderia
SER ETERNA

Casaram. Te amo pra lá, te amo pra cá. Lindo, mas insustentável.
O sucesso de um casamento exige mais do que declarações românticas.

Entre duas pessoas que resolvem dividir o mesmo teto, tem que haver muito mais do que amor, e às vezes, nem necessita de um amor tão intenso. É preciso que haja, antes de mais nada,
RESPEITO.
Agressões zero.

Disposição para ouvir argumentos alheios. Alguma paciência… Amor só, não basta. Não pode haver competição. Nem comparações. Tem que ter jogo de cintura, para acatar regras que não foram previamente combinadas. Tem que haver
BOM HUMOR
para enfrentar imprevistos, acessos de carência, infantilidades.
Tem que saber levar.

Amar só é pouco.
Tem que haver inteligência. Um cérebro programado para enfrentar tensões pré-menstruais, rejeições, demissões inesperadas, contas para pagar.
Tem que ter disciplina para educar filhos, dar exemplo, não gritar.
Tem que ter um bom psiquiatra. Não adianta, apenas, amar.

Entre casais que se unem , visando à longevidade do matrimônio, tem que haver um pouco de silêncio, amigos de infância, vida própria, um tempo pra cada um.
Tem que haver confiança. Certa camaradagem, às vezes fingir que não viu, fazer de conta que não escutou. É preciso entender que união não significa, necessariamente, fusão.
E que amar “solamente”, não basta.

Entre homens e mulheres que acham que
O AMOR É SÓ POESIA,
tem que haver discernimento, pé no chão, racionalidade. Tem que saber que o amor pode ser bom, pode durar para sempre, mas que sozinho não dá conta do recado.

O amor é grande, mas não são dois.
Tem que saber se aquele amor faz bem ou não, se não fizer bem, não é amor. É preciso convocar uma turma de sentimentos para amparar esse amor que carrega o ônus da onipotência.
O amor até pode nos bastar, mas ele próprio não se basta.

Um bom Amor aos que já têm!
Um bom encontro aos que procuram!
E felicidades a todos nós!

Compartilhem conosco alguns momentos:

      

      
     

      

Nossa Senhora da Piedade, rogai por nós!

Sagrada Família de Nazaré, seja modelo para todas as famílias. Amém!

No link abaixo, Palestra da Semana Nacional da Família 2012:

http://segundauniaonews.com/2012/08/16/semana-nacional-da-familia-palestra-a-familia-e-geradora-de-valores-com-prof-ms-daniela-g-s-campos-na-matriz-de-santa-tereza/

http://segundauniaonews.com/2012/08/16/semana-nacional-da-familia-2012-galeria-da-palestra-a-familia-e-geradora-de-valores-com-a-prof-ms-daniela-g-s-campos-na-matriz-de-santa-tereza/

Vanuza Colombo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: