Skip to content

Polêmica por doador de esperma que tem 150 filhos nos Estados Unidos

9 de setembro de 2011

ATAQUE À FAMÍLIA

NOVA IORQUE, 09 Set. 11 / 11:22 am (ACI/EWTN Noticias)

O diário New York Times difundiu esta semana a história de Cinthya Daily, uma mulher que descobriu que o bebê que concebeu há sete anos com sêmen de um doador tem ao menos 150 meio-irmãos, um caso que evidência como o milionário negócio da fecundação artificial está fora de controle no país há tempos.

Nos Estados Unidos não há um limite oficial para conceber crianças de um único doador de sêmen e o caso de Daily confirmou as críticas de diversos peritos sobre a massificação das práticas de fecundação artificial e seus riscos.

O jornal admite que “existe uma crescente preocupação entre os pais, os doadores e os peritos médicos sobre as possíveis conseqüências negativas de ter tantos filhos gerados pelos mesmos doadores, incluindo a possibilidade de que os genes de enfermidades raras possam propagar-se mais amplamente através da população”.

“Alguns peritos inclusive chamando a atenção sobre o aumento das probabilidades de incesto acidental entre irmãos, que freqüentemente vivem perto uns dos outros”, acrescenta o jornal.

A reportagem também informa que à medida que mais mulheres optam por ter filhos por conta própria, e o número de crianças nascidas por inseminação artificial aumenta, começam a aparecer grupos de irmãos doadores em redes sociais a partir dos números únicos de identificação dos doadores de esperma.

“Os críticos dizem que as clínicas de fertilidade e bancos de esperma estão ganhando enormes benefícios ao permitir que muitas crianças sejam concebidas com esperma de doadores populares, e que as famílias deveriam receber mais informação sobre a saúde dos doadores e as crianças concebidas”, explica.

“Temos mais regra para comprar um automóvel usado que para adquirir esperma”, afirmou Debora L. Spar, presidente do Barnard College e autora do livro ” The Baby Business: How Money, Science, and Politics Drive the Commerce of Conception” (O negócio dos bebês: Como o Dinheiro, a Ciência e a Política conduz o comércio da Concepção).

Para Spar nenhuma relação comercial tem tão poucas regras como a indústria da fertilidade pois embora outros países, incluindo a Grã-Bretanha, França e Suécia, limitem o número de filhos de um doador de esperma, este limite não existe nos Estados Unidos.

Ninguém sabe quantas crianças nascem nos Estados Unidos de doadores de esperma. Segundo algumas estimativas, o número flutua entre 30 mil e 60 mil. Requer-se das mães que informem voluntariamente sobre o nascimento de uma criança gerada com esperma mas apenas 20 até 40 por cento delas o faz, conforme explicou Wendy Kramer, fundadora do registro de irmãos de doadores compatíveis.

Kramer teve seu filho Ryan, agora de 20 anos, através de um doador de esperma e no ano 2000 iniciou o registro para ajudar a conectar famílias com filhos como o seu. Em seu registro, os pais podem inscrever o nascimento de um menino e encontrar meios irmãos através do número atribuído a cada doador de esperma.

Segundo Kramer, muitos pais de família se surpreendem ao saber quantos meios-irmãos sua criança tem.

“Alguns pensam que sua filha pode ter poucos irmãos, mas logo vão ao nosso site e encontram que na realidade ela tem 18 irmãos e irmãs. Estão assustados. Estou surpresa de que estes grupos sigam crescendo e crescendo”, indicou.

Kramer acredita que certos bancos de esperma nos Estados Unidos trataram as famílias com pouca ética e é hora de considerar uma nova legislação que limite este negócio.

A doutrina católica se opõe à fecundação in vitro por duas razões primordiais: primeiro, porque se trata de um procedimento contrário à ordem natural da sexualidade que atenta contra a dignidade dos esposos e do matrimônio.

Em segundo lugar porque a técnica supõe a eliminação de seres humanos em estado embrionário tanto fora como dentro do ventre materno, implicando vários abortos em cada processo.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: