Skip to content

Bento XVI sobre o 11 de setembro: Rejeitar a violência e resistir à tentação do ódio

11 de setembro de 2011

ANCONA, 11 Set. 11 / 04:02 pm (ACI/EWTN Noticias)

Ao presidir este meio-dia (hora local) aoração do ângelus dominical da localidade italiana de Ancona, o Papa Bento XVIrecordou novamente os trágicos eventos de 11 de setembro de 2001 em Nova Iorque, e alentou a “rejeitar a violência, como solução dos problemas” e a “resistir à tentação do ódio”.

Logo depois da Missa que presidiu na cidade de Ancona, aonde chegou para dar encerramento ao Congresso Eucarístico italiano que realizado durante esta semana, o Santo Padre disse que a oração do ângelus permite contemplar a Maria.

“Graças ao ‘Fiat’ da Virgem, o Verbo se fez carne e habitou entre nós”, disse e logo encomendou a Itália à Virgem de Loreto, para que em toda esta nação se faça presente “Cristo Ressuscitado, fonte de esperança e de consolo para a vidacotidiana, especialmente nos momentos difíceis”.

Seguidamente o Santo Padre afirmou que “hoje o nosso pensamento se volta também para o 11 de setembro de dez anos atrás”.

“Ao recordar ao Senhor da Vida as vítimas dos atentados executados naquele dia e as suas famílias, convido os responsáveis das Nações e os homens de boa vontade a rejeitar a violência, como solução dos problemas”, disse.

Bento XVI também exortou “a resistir à tentação do ódio e a operar na sociedade, inspirando-se nos princípios da solidariedade, da justiça e da paz”.

O Papa enviou ontem uma carta ao Presidente da Conferência de Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB), Dom Timothy Dolan, na que assegurou que “nenhuma circunstância pode justificar atos de terrorismo” e na qual ele elevou suas oraçõespelas vítimas dos atentados.

Na carta o Santo Padre reitera que “toda vida humana é preciosa aos olhos de Deus e deve se economizar nenhum esforço na tentativa de promover em todo mundo um genuíno respeito pelos direitos inalienáveis e pela dignidade dos indivíduos em todo lugar”.

Como parte dos atos que o Vaticano está organizando em lembrança das vítimas dos atentados, a Missão Permanente da Santa Sé perante a ONU em Nova Iorque celebrou ontem uma Missa na Catedral do St. Patrick às 17:30h, presidida pelo Arcebispo Francis Chullikatt, Núncio ante este organismo.

As tragédias do 11-9

Em 11 de setembro de 2001 o grupo terrorista Al Qaeda seqüestrou dois aviões comerciais nos Estados Unidos. Dois deles colidiram contra as Torres Gêmeas no World Trade Center provocando a completa destruição destes edifícios.

Os terroristas seqüestraram outros dois aviões, um dos quais impactou contra uma das paredes do Pentágono na Virginia, e o outro caiu em campo aberto.
Como resultado dos atentados morreram umas de 3 mil pessoas e outras 6 mil resultaram feridas.

O lugar onde estavam estes edifícios foi rebatizado depois como Zona Zero, aonde chegou o Papa Bento XVI, em sua viagem de abril de 2008, para rezar pelas vítimas destes trágicos eventos.

Antes de realizar sua viagem aos Estados Unidos, o Santo Padre tinha feito um pedido explícito para que esse momento de oração na zona do desastre fizesse parte do programa oficial na visita a este país e à sede da ONU em Nova Iorque.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: