Skip to content

Doutora na arte de ser Mãe!

22 de setembro de 2011

Uma mulher chamada Anne foi renovar sua carteira de motorista e fizeram-lhe a seguinte pergunta:

Atendente: Qual é a sua profissão?

Anne: Minha profissão? Deixa eu ver…

Atendente: O que lhe pergunto é se tem um trabalho.

Anne: Claro que tenho um trabalho. ” Sou mãe “.

Atendente: Nós não consideramos “mãe” um trabalho.
Vou colocar “dona de casa”.

Aquilo fez com que Anne, uma simples mãe, refletisse bastante nas palavras da atendente. No outro dia ela voltou, e estava disposta a falar francamente. E lá estava a mesma atendente e lhe fez a mesma pergunta.

Atendente: Qual é a sua profissão?

Anne: ” Sou doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas “.

A funcionária fez uma pausa com a caneta de tinta permanente parada no ar, e olhou Anne como quem diz que não ouviu bem.

Atendente: Não entendi, pode repetir por favor?

Anne: Claro!
” Sou doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas “.

Atendente: Me diga minha senhora, o que realmente você faz?

Anne: Minha querida eu desenvolvo um programa a longo prazo, dentro e fora de casa, pensando na sua família.
Sou responsável por uma equipe, e no momento estou trabalhando em  quatro projetos. Trabalho em regime de dedicação exclusiva.
O grau de exigência é de 14 horas por dia, às vezes até 24 horas.

Naquele momento houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou e pessoalmente abriu a porta para Anne.

Quando chegou em casa, foi recebida pela sua equipe:  uma menina com 13 anos, outra com 07 e outra com 03 anos. No andar de cima, pode ouvir o seu mais novo projeto,  um bebê de sete meses testando uma nova tonalidade de voz. Anne se sentiu triunfante!

Anne: Maternidade…que carreira gloriosa! Feliz, tomou o bebê nos braços e pensou na glória da maternidade com sua multiplicadas responsabilidades e horas intermináveis de dedicação.

… Mãe onde está meu sapato? … Mãe, me ajuda a fazer a lição? … Mãe, o bebê não para de chorar! … Mãe, me busca na escola? … Mãe, quero que vá me assistir na dança. … Mãe me compra… Mãe…

Sentada na cama, pensou:
Se ela era doutora, os que seriam as avós?
E logo descobriu um título para elas: Doutoras-Sênior!

As bisavós, Doutoras Executivas Sênior. As tias doutoras Assistentes e todas as mulheres, mães, esposas e amigas…

” Doutoras na arte de fazer a vida melhor!”

Num mundo em que se dá tanta importâcia aos títulos, em que se exige sempre maior especialização na área profissional, torne-se uma especialista na arte de amar!

” Não se preocupe por não poder dar aos seus filhos as melhores coisas, dê a eles o seu melhor… ser Mãe!”

Fonte: Desconhecida.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: