Skip to content

Cardeal egípcio após massacre de cristãos: Nossas armas são a fé e a oração

13 de outubro de 2011

ATAQUE À IGREJA CATÓLICA

CAIRO, 13 Out. 11 / 10:47 am (ACI)

O Patriarca de Alexandria para os coptos católicos, Cardeal Antonios Naguib, afirmou que os cristãos no Egito continuarão lutando pela paz com amor, fé e oração a Jesus Cristo, logo do ataque armado que deixou 35 cristãos mortos e 274 feridos.

No último 10 de outubro, militares egípcios atacaram com armas de fogo um grupo de 10 mil coptos que protestavam pacificamente pelo ataque a uma de suas igrejas perpetrado por extremistas muçulmanos.

Segundo algumas testemunhas, a manifestação foi atacada em ao menos duas ocasiões durante seu percurso pelas ruas do Cairo. Os militares atuaram instigados por extremistas islâmicos que não toleram a presença cristã no país de maioria muçulmana.

Em uma entrevista concedida à agência SIR, o Cardeal Naguib explicou que os cristãos no Egito já viveram situações similares de sofrimento e de paz em sua longa história, mas “continuaremos fazendo tudo aquilo que possamos, sustentados com a oração, a fé em Deus, e o apoio espiritual e moral de todos os católicos, os cristãos e as pessoas de boa vontade”.

Os cidadãos egípcios irão às urnas no próximo 28 de novembro. “O futuro do Egito não é previsto com claridade. Não podemos afirmar uma fisionomia clara para o Egito depois do acontecido”.

“Podemos expressar nossas preocupações, e ao mesmo tempo nossa grande esperança de encontrar um Egito apoiado nos direitos civis e a igualdade da cidadania, sem nenhuma discriminação sobretudo religiosa”, e com as próximas eleições do Parlamento “a situação de esclarecerá, e esperamos que seja para o bem do país”, explicou o Patriarca Naguib.

“Embora sejam pouco numerosos – 10 por cento da população que conta com 88 milhões – os cristãos têm um papel fundamental neste momento”, acrescentou.

Os cristãos “podem favorecer um ambiente de diálogo, que é a via mais eficaz para confrontar a situação de todas as partes do país. Deste modo, podemos chegar a um novo país apoiado na cidadania e a igualdade entre todos. Os cristãos, através de sua participação ativa na vida social e política, podem dar exemplos concretos de fidelidade e de atuação pelo bem comum no Egito”, acrescentou.

O Patriarca indicou que os ataque islamistas contra as instituições cristãs são contínuos, e denunciou que há quem “procure voltar a tratar os cristãos como nos tempos mais escuros do Império Turco”.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: