Skip to content

Em um livro para crianças o Papa explica quem é a Virgem Maria

22 de novembro de 2011

ROMA, 22 Nov. 11 / 11:05 am (ACI)

A Piccola Casa Editrice publicou há pouco na Itália o livro “Maria. A mãe de Jesus” no qual apresentam uma série de intervenções nas quais o Papa Bento XVI explica àscrianças que a Virgem de Nazaré é a Mãe de Deus e de todos.

Publicado em italiano, o livro de 48 páginas, conta com a introdução do novo Arcebispo de Milão, Cardeal Angelo Scola, quem recorda que “o primeiro rosto que todos vimos, depois de nascidos, foi o da mamãe”.

“Pouco a pouco aprendemos a reconhecê-lo e a responder ao seu sorriso, aprendendo confiantes a distinguir o de outros rostos na vida. E assim também ocorreu com Jesus”.

O Cardeal faz logo uma descrição que realiza o Papa no livro sobre uma tradição bizantina, a Virgem “da ternura”.

Essa figura “mostra o Jesus menino com o rosto apoiado –bochecha com bochecha– no da Mãe. O menino olhe à mãe, e esta olha para nós, quase refletindo o que observa, e reza, a ternura de Deus, descendida nela do céu e encarnada no Filho que leva em seus braços”.

Na introdução divulgada pelo jornal vaticano L’Osservatore Romano, o Cardeal recorda que a Virgem concebida sem pecado “viveu nossas mesmas alegrias e dores, os momentos difíceis e nossas mesmas fadigas e o mesmo entusiasmo… mas sempre confiando em deus e confiando-se a Deus”.

“E esta é a diferença que faz a vida digna e bela, como diz em outro ponto deste livro o Papa Bento: ‘só se Deus é grande, também o homem é grande. Com Maria devemos começar a entender que isto é assim”.

Maria, diz o Cardeal, “ensina a não que nos desalentemos diante das coisas que não sucedem ou que nos afetam, nem diante dos nossos erros, se é que temos a humildade reconhecê-las e de pedir perdão, nem sequer ante o mistério terrível da morte” que ela viveu cara a cara aos pés da Cruz de seu Filho Jesus, que logo se vê ultrapassada com a alegria da ressurreição no sábado Santo.

O Cardeal Scola conclui com uma recomendação que recordou ao ler este livro: “sugiro um modo simples” para confiar na Virgem: “rezem, de joelhos ao lado de suas camas, uma Ave Maria todas as noites. Eu fiz assim e me ajudou muito”.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: