Skip to content
Tags

Coréia do Norte é o país que mais persegue cristãos

5 de janeiro de 2012

ATAQUE À IGREJA CATÓLICA

BERLIM, 05 Jan. 12 / 11:29 am (ACI/EWTN Noticias)

A organização alemã Open Doors informou esta quarta-feira que a Coréia do Norte lidera pelo décimo ano consecutivo a lista de 50 países onde mais os cristãos são mais perseguidos, depois do Afeganistão, da Arábia Saudita, da Somália e do Irã.

A Open Doors assinalou que “os cristãos formam hoje parte dos grupos religiosos mais perseguidos no mundo” e que no caso do país comunista são tratados como inimigos do Estado. Além disso calcula-se que entre 50.000 e 70.000 cristãos estão recluídos em campos de trabalho.

Segundo a ONG, a situação piorou especialmente nas regiões onde cobrou mais força o fundamentalismo islâmico.

Assinalou que no Egito a situação dos cristãos piorou depois da queda do presidente Hosni Mubarak, com ataques a várias igrejas e uma constante agitação anti-cristã por parte de radicais islâmicos.

“Uma das características essenciais da perseguição é que esta não é produzida por casualidade. É organizada voluntariamente, às vezes com premeditação. Desenvolve-se em várias etapas. A opressão, a discriminação e as violações aos direitos básicos, como por exemplo, a restrição do acesso aos estudos ou ao trabalho, podem desembocar no longo prazo em uma grave perseguição”, advertiu o relatório.

Da América Latina, só Cuba e Colômbia aparecem na lista. A ilha, regida pelo comunismo há 50 anos, ocupa o 42º lugar e a Colômbia o 47º devido à ação das guerrilhas.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: