Skip to content

O carnaval é uma festa cristã?

11 de fevereiro de 2012

Sim.
Vamos a origem do carnaval para que se entenda:

Alguns historiadores descobriram e associaram o começo das festas carnavalescas aos cultos feitos pelos antigos para louvar boas colheitas agrárias e a pecuária farta, dez mil anos antes de Cristo. Faziam sete dias de festas com fantasias e máscaras coloridas mostrando a alegria e o contentamento em agradecimento e se enfartavam de muita comida, principalmente de carne.

Mais tarde no Egito, incluíram nas festividades do carnaval homenagens à deusa Ísis e ao Touro Apis, com danças, festas e pessoas mascaradas.

Já na Grécia entre os anos 605 e 527 a.C., o carnaval era muito festejado com roupas e mascaras típicas e muito coloridas, em celebração da volta da primavera e cultos ao deus Dionísio, com comida e carne farta, regados com muito vinho.

Uma coisa, porém é comum a todos: o carnaval tem sua história em agradecimento à Deus, a boa colheita e muita fartura de carne. Embora em cada época com sua crença em deuses de sua devoção.
Como todas as grandes festas, ligada a fenômenos astronômicos ou da natureza, o carnaval se caracteriza por festas, divertimentos públicos, bailes de máscaras e manifestações folclóricas.

Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C. também como forma de agradecimento à Deus pela fartura dos alimentos. Era um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média.

A festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, no século XI, da Semana Santa pela Igreja Católica, antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma.
Esse longo período de privações da carne, penitências e jejuns, acabariam por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a Quarta-feira de Cinzas, o primeiro dia da Quaresma.

A palavra “carnaval” está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão “carnis valles”, que, acabou por formar a palavra “carnaval”, sendo que “carnis” em latim significa carne e “valles” significa prazeres.

No período do Renascimento, século XVII as festas que aconteciam nos dias de carnaval incorporaram os bailes de máscaras, com suas ricas fantasias e os carros alegóricos. Ao caráter de festa popular e desorganizada juntaram-se outros tipos de comemoração e progressivamente a festa foi tomando o formato atual, caindo no esquecimento o verdadeiro sentido da festa que é o agradecimento a Deus pela fartura agrária e pecuária.

Cada cidade brincava a seu modo, de acordo com seus costumes. O carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XIX.

A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspirariam no carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas.

Vamos trazer de volta o sentido verdadeiro do carnaval, com muita alegria, mas sempre em agradecimento a Deus pelo pão de cada dia, pelo suor de nosso trabalho árduo trazendo a fartura na mesa para nossa família.

Nós cristãos fazemos a diferença. Comemoramos o carnaval com consciência, brincando, dançando, espalhando alegria como verdadeiros pontos de luz que somos. Vamos comer com fartura nestes dias junto com nossa família e amigos e juntos também iniciarmos a Quaresma, na Quarta-feira de Cinzas como manda o 3º Mandamento:

– Guardai os Domingos e FESTAS DE GUARDA.

Vanuza Colombo

Parabéns a Jornalista  Raquel Sherazade pela franqueza e coragem pela reportagem sobre o carnaval de hoje, que perdeu todo seu valor e requinte, mas principalmente a alegria.

Confiram:


Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: