Skip to content

2o Simposio Nacional da Familia tratou sobre o trabalho e a vida familiar

30 de abril de 2012

Realizou-se no sábado, 28/abr, o 2º Simpósio Nacional da Família, em Aparecida, cidade do interior paulista, destino de muitas romarias e peregrinações para todos os brasileiros. O evento foi realizado no Centro de Eventos pe. Vítor Coelho, local onde estavam reunidos os bispos da CNBB em sua 50ª Assembleia Geral, na área do Santuário Nacional, que abriga também a Basílica Nacional de Aparecida e o Centro dos Romeiros.

O evento foi iniciado às 8h, com a composição da mesa onde estiveram dom Raymundo Damasceno, presidente da CNBB e arcebispo de Aparecida; dom João Carlos Petrini, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família e bispo de Camaçari (BA); dom Joaquim Justino Carreira, membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família e bispo de Guarulhos (SP); pe. Rafael Fornasier, assessor nacional da Pastoral Familiar a serviço da Vida; pe. Wladimir Porreca, assessor nacional da Pastoral Familiar a serviço da Família; o casal Vera e Raimundo (Tico) Veloso Leal, coordenadores nacionais da Pastoral Familiar; e o casal Marivone e Volnei Exterkoetter, vice coordenadores nacionais da Pastoral Familiar. Dom Damasceno dirigiu palavras de acolhida aos participantes do Simpósio. A seguir foi rezada a oração inicial pela equipe do Regional Sul-1 e a entronização da imagem de Nossa Senhora Aparecida que foi acolhida por dom Damasceno.

O evento teve como atração principal as duas conferências, sendo a primeira com o dr. Marcio Pochmann, na parte da manhã, e a segunda, no período da tarde, proferida pelo pe. Zezinho, scj.

Dr. Pochmann falou sobre a relação da família com o trabalho e apresentou um panorama histórico do trabalho na família e as perspectivas que atualmente estão sendo apresentadas às novas gerações. A exposição foi distribuída em três partes, sendo que na primeira ele discorreu sobre as transformações da família no decorrer do tempo; na segunda parte, ele apresentou dados e informações sobre a transformação da relação entre família e trabalho; e na última parte, ele falou sobre os desafios que a família tem à frente conforme toda a situação do trabalho.

Após a conferência do dr. Pochmann, a palavra foi dada aos bispos presentes, entre eles estava dom Emílio Pignoli, Referencial da Pastoral Familiar do Regional Sul-1, e dom Eduardo, Presidente da Comissão Pastoral para a Juventude, que falou sobre a importância da família para a juventude, da Jornada Mundial que será realizada no Brasil em 2013 e apresentou o subsídio “Aos Jovens com Aféto”.

A apresentação musical da manhã ficou a cargo do Grupo Ir ao Povo, do cantor Antônio Cardoso e do padre Ezequiel, de Caxias do Sul (RS).

Dom Antonio Augusto Dias Duarte, bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro e membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família fez a oração do Ângelus e deu a bênção antes do almoço.

Após o intervalo para o almoço, o Simpósio retornou com a entronização da imagem de Santa Gianna e a conferência de pe. Zezinho, scj. O momento dedicado ao padre foi aberto pelo casal Susana e Ennes Gomes, de Valinhos (SP), que cantaram e introduziram os participantes à palestra do sacerdote. Eles deram um testemunho de família e de amor, que ao longo de 21 anos de casamento geraram 5 filhos. A seguir, Pe. Zezinho iniciou sua fala onde enfatizou a importância do exercício do amor no relacionamento. Lembrou que o humor, o bom humor, é base para o amor. Enfatizou também a necessidade dos agentes de pastoral conhecerem mais a Palavra de Deus, os documentos do Magistério da Igreja e a própria realidade de nossos dias através da leitura. Sua exposição levou os participantes do Simpósio a refletirem como se pode chegar à festa se não existem muitos motivos dentro da família para que ela se realize. O padre apresentou uma série de livros e subsídios e iniciou e terminou sua exposição desejando: “O Senhor esteja convosco”.

A animação da tarde ficou por conta do trio Typ Vox, do cantor Emerson Jean e do Grupo Chamas.

O evento foi encerrado com a bênção de dom Joaquim Justino Carreira.

Os participantes encaminharam-se, então, para a Basílica Nacional, onde participaram da Missa do Encontro, presidida por dom Eduardo.

Fonte: pfsul1

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: