Skip to content

Crucificaram Jesus com os ladrões!

29 de março de 2013

DSC03187

jesus-ante-pilatos-02 Jesus estava irreconhecível! Conseguimos Vê-lo quando O atravessaram na ponte que dá acesso ao palácio. Ele estava muito machucado pelo flagelo. Não contive as lágrimas!! Estava ainda no escuro da madrugada. Não saímos um só segundo em vigília do lado de fora, e todos rezando como Ele os ensinou, para que tudo o que Ele estivesse passando não fosse em vão. sinedrioE, logo pela manhã, os Príncipes dos Sacerdotes tiveram conselho com os Anciãos e Escribas e todo o Sinédrio, atando Suas mãos levaram-No e entregaram-No a Pilatos. Perguntou-Lhe Pilatos: – És Tu o Rei dos Judeus? Ele respondeu-lhe: – Tu o dizes. Entretanto os Príncipes dos sacerdotes acusavam-No de muitas coisas. Pilatos tornou-Lhe, pois, a perguntar: – Não respondes nada? Olha de quantas coisas Te acusam. Jesus, porém, nada mais respondeu, de modo que Pilatos estava admirado. esposa de pilatosCláudia Prócula, esposa de Pilatos e neta do imperador Augusto era prosélita do Judaísmo, ou convertida ao Judaísmo, pertencendo à classe alta de mulheres da sua época, acompanhava todo o processo do julgamento. Mais tarde soubemos através de sua criada de confiança que Deus havia revelado a ela num sonho marcante, e lhe mostra nele, que o doce “Rabi da Galiléia” era um homem justo. A alma dela “sofreu” ao pensar qual seria o destino dado a Jesus de Nazaré e pede ao marido que não o condene. Pilatos ao saber que ele era Jesus era galileu, entendeu que o caso estaria sob a jurisdição de Herodes Antipas e O enviou à ele. Jesus é interrogado por HerodesFicamos aflitos com esta transferência, pois Herodes Antipas é o mesmo que foi responsável pela decapitação de João Batista. Já há muito tempo queria se encontrar com Jesus, pois esperava poder testemunhar um de seus milagres. Jesus foi levados a presença de Herodes Antipas, mas Ele não diz quase nada em resposta aos questionamentos do tetrarca e nem responde às veementes acusações dos Sumo-Sacerdotes e Escribas. Por isso, ele é zombado por Herodes Antipas e por seus soldados, que colocam sobre ele um majestoso manto resplandecente e o enviam de volta a Pilatos. Quanta humilhação! Jesus estava todo surrado… Quanto mais iria aguentar?! II vez diante de PilatosOutra vez diante de Pilatos, este, manda que reúnam os anciãos judeus e diz: – Apresentastes-me este homem como agitador do povo, e eis que interrogando-o eu diante de vós, não achei nele nenhuma culpa das que o acusais. Nem tão pouco Herodes, pois no-lo a enviar; nada tem feito ele digno de morte. Portanto depois de o castigar, soltá-lo-ei. Pilatos estava convencido da inocência de Jesus, mas estava acuado pelo poder dos Anciãos, Escribas e todo o Sinédrio. Tenta mais uma vez soltar Jesus com um costume festivo da Páscoa. barrabas-jesus-paixao1Costumava soltar-lhes um preso que eles pedissem. Havia, pois, um chamado Barrabás, preso com os sediciosos, o qual numa sedição tinha perpetrado um homicídio. Subindo, o povo começou a pedir a graça que lhe costumava fazer. 52Respondeu-lhes Pilatos: – Quereis que vos solte o Rei dos Judeus? Pilatos sabia que era por inveja que os Príncipes dos Sacerdotes O tinham entregado. Mas os Príncipes dos Sacerdotes levaram o povo a pedir que lhes soltasse antes Barrabás. Tomando outra vez a palavra, disse-lhes Pilatos: – Que hei-de então fazer d’Aquele que vós chamais o Rei dos Judeus? pediram a cruzEles tornaram a gritar: – Crucifica-O! Replicou Pilatos: – Mas que mal fez? Pilatos lava as masos 2Eles gritaram com mais força: – Crucifica-O! Então Pilatos, não queria condenar Jesus, então lavou as mãos entregando a responsabilidade da condenação ao “povo”. Soltou-lhes Barrabás, e a Jesus mandou-O flagelar e entregou-O

para ser crucificado. Jesus com manto magestosoOs soldados conduziram-No para o interior do palácio, que é o pretório e convocaram toda a corte. E vestiram-No de púrpura e puseram-Lhe na cabeça uma coroa entretecida de espinhos. Começaram então a saudá-Lo: – Salve! Ó Rei dos Judeus! E batiam-Lhe na cabeça com uma cana, cuspiam-Lhe e, dobrando o joelho, prostravam-se diante d’Ele.

SimeaoDepois de O terem assim ludibriado, despiram-Lhe a púrpura e vestiram-No com os Seus vestidos e conduziram-No para fora, para O crucificarem. Jesus teve mais dois condenados com Ele. Eram dois ladrões que carregaram apenas o pesado patíbulo, sendo que Jesus todo machucado, flagelado e ensanguentado, teve que carregar a cruz completa. Como Ele caiu por três vezes durante o caminho, requisitaram para Lhe levar a cruz a um tal Simão de Cirene, que voltava do campo, pai de Alexandre e de Rufo. Houve também uma mulher que foi curada por Jesus de uma intensa hemorragia e passou a segui-lo. Quando ela viu o estado em que Jesus ficara depois de tanto flagelo e espancamentos, teve compaixão e correu ao seu encontro. Tirando o fino véu que cobria sua cabeça, enxugou Seu rosto todo ensanguentado. passion_of_the_christ_veronicaOs guardas a tiraram dali com certa violência e quando a mulher abriu o véu, estava estampado nele a face de Jesus, tal como Ele se encontrava, machucado e cheio de manchas de sangue. MILAGRE!!! Gritavam: –   vera icon!!! (que significa: verdadeira imagem) Assustada a mulher correu e sumiu na multidão. Passamos a chamá-la de Verônica, por ser a miraculada da verdadeira imagem do rosto de Jesus, mas não a vimos mais. Durante todo trajeto, muitas pessoas, inclusive mulheres que faziam parte dos peregrinos que viram tantos jesus-consola-as-mulheres-de-jerusalemmilagres e prodígios feitos por Jesus, acompanharam se lamentando e chorando, mas Ele as repreende dizendo: – Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai antes por vós mesmas, e por vossos filhos. Porque dias hão de vir em que se dirá: Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que não geraram, e os peitos que não amamentaram! E levaram-No ao lugar do Gólgota, que quer dizer «lugar da caveira». Geólogos-revelam-a-data-exata-da-crucificação-de-JesusE queriam dar-Lhe vinho com mirra, mas Ele não o tomou. Crucificaram-No e tomaram as suas vestes e fizeram delas quatro partes, uma para cada soldado. A túnica, porém, toda tecida de alto a baixo, não tinha costura. Disseram, pois, uns aos outros: – Não a rasguemos, mas deitemos sorte sobre ela, para ver de quem será. Isso fizeram os soldados. Era a hora terceira quando O crucificaram. A inscrição com a causa da Sua condenação dizia: «O Rei dos Judeus». Com Ele crucificaram dois ladrões, um à direita e outro à esquerda.Jesus e os ladroes E até os crucificados com Ele Lhe lançavam impropérios. Mas o da direita de nome Dimas, reconhecendo a força sobre humana de Jesus repreendia-os, dizendo: – Nem ao menos temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça; porque recebemos o que os nossos feitos merecem; mas este nenhum mal fez. Jesus e DimasE voltando-se a Jesus disse: – Jesus, lembra-te de mim, quando entrares no teu reino. Respondeu-lhe Jesus: – Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso. Os transeuntes blasfemavam d’Ele, abanando a cabeça e dizendo: zombaram de jesus– Olá! Tu que destróis o santuário e o reedificas em três dias, salva-Te a Ti mesmo e desce da cruz! Do mesmo modo também os Príncipes dos Sacerdotes com os Escribas zombavam entre si e diziam: – Salvou os outros e a Si não Se pode salvar. Esse Cristo Rei de Israel desça agora da cruz, para vermos e crermos n’Ele. christ_passion_movie_crossChegada a hora sexta, a terra inteira cobriu-se de trevas até à hora nona. E, à hora nona, bradou Jesus com voz forte: – Eloi, Eloi, lama sabacthani? — que quer dizer: «Meu Deus, meu Deus, porque Me abandonaste?». Ouvindo isto, alguns assistentes diziam: – Olha! Chama por Elias.  Maria e o discípulo JoaoJesusOlhando o discípulo João com Sua Mãe lhes diz: – Mulher, eis aí o teu filho. Depois disse ao discípulo: – Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo se comprometeu em recebê-la em sua casa.

vinagre na esponjaCorreu logo um a embeber uma esponja em vinagre e, pondo-a na ponta de uma cana, dava-Lhe de beber, dizendo: – Deixa lá! Vamos a ver se Elias vem descê-Lo da cruz. 2503952618_ab1a0ea5c7

Jesus (1)Mas Jesus, soltando um grande brado, expirou. E o véu do santuário rasgou-se em duas parte, de alto a baixo. O centurião, que estava defronte dele, vendo que tinha expirado em tal momento, exclamou: – Verdadeiramente este homem era Filho de Deus! images (12)Estavam também comigo, algumas mulheres a observar tudo, não muito longe, as quais, quando Ele estava na Galileia, O seguiam e serviam, e bem assim muitas outras que com Ele tinham subido a Jerusalém. Um pouco mais à nossa frente estavam Maria mãe de Tiago, o Menor e de José, e Salomé, pois próximos da cruz eram permitidos somente os parentes. maria-ao-pes-da-cruz2Em pé aos pés da cruz estavam, João, o discípulo caçula, mais amado por ser dedicado e de pouca idade, aparentava uns 19 anos, confortando a dor de Maria, Mãe de Jesus, que mantinha os olhos fixos Nele, me parecendo dividir com Seu Filho toda a agonia da cruz. Uma bela mulher, mas destruída, com olhar sofrido de morte. Quanta força ainda pode ter esta Mãe?!!! Já ao cair da tarde, porque era a Preparação da Páscoa, ou vigília do sábado, chegou José de Arimateia, sinedrita, que também esperava o Reino de Deus, que ousadamente foi ter com Pilatos a pedir-lhe o corpo de Jesus.

José de Arimateia  que não tinha dado o seu consentimento à sentença do Sinédrio, em contraste com a fuga dos próprios amigos mais chegados, chamado de apóstolos, tem a valentia e a delicadíssima piedade de se encarregar pessoalmente de todos os trâmites da sepultura de Jesus.
A morte de Jesus não tinha debilitado a sua fé. É de notar que o seu gesto se segue imediatamente às afrontas do Calvário e tem lugar a fé na promessa do triunfo da Ressurreição gloriosa do Senhor.
José de Arimateia pôs ao serviço de Jesus, sem esperar nenhuma recompensa humana e mesmo com risco da sua própria pessoa, tudo quanto era preciso: a sua posição social, o seu próprio sepulcro ainda sem usar, e todos os outros meios pertinentes. Sempre será um exemplo vivo para todos, que por Deus deve arriscar dinheiro, posição e honra.

Pilatos admirou-se de que tivesse morrido tão depressa e, chamando o centurião, perguntou-lhe se já tinha morrido há muito. Certificado pelo centurião, deu o cadáver a José. Comprou ele um lençol, desceu o corpo, e o entregou a sua Mãe que o segurou nos braços como quem queria poder lhe devolver a vida. pes_cruz

jesus-e-sepultado-no-tumulo-cedido-por-jose-de-arimateiaJosé de Arimateia aguardou a “Despedida Dolorosa’ e em seguida envolveu-o no lençol para depô-lo numa sepultura que tinha mandado abrir na rocha e rolou uma pedra para a porta do sepulcro. Maria, sua Mãe, Maria Madalena e João, acompanharam tudo de perto e foram ver onde O depositariam. Agradeceram a compaixão de José de Arimateia e combinaram de voltar para ungir o Corpo de Jesus assim que terminasse o sábado.

Vanuza, filha de Valdomiro – carpinteiro.
.
Fonte: Dinâmica Proposta pela Pastoral Responsáveis pelo Ciclo Pascal
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: